Chega até a ser irônico, mas a Warner Bros. está sendo processada por usar uma tecnologia antipirataria sem ter pago nenhum centavo para a empresa que a criou.

No ano de 2003, a Medien Patent Verwaltnung (MVP) apresentou para a Warner Bros. sua tecnologia que permite a marcação de um filme de modo que seria possível rastrear as cópias vazadas até sua origem (a pessoa que vazou o filme).

O problema é que a Warner vem usando a tecnologia da MVP sem pagar nada para a empresa.

A tecnologia foi patenteada pela MVP e a empresa já abriu um processo contra a Warner Bros. alegando violação da patente 7.187.633. É interessante notar que a Warner Bros. também registrou uma patente para uma tecnologia “incrivelmente similar”.

De acordo com alguns sites, a acusação contra a Warner Bros. ainda será avaliada.

Fonte: Baboo