A Ninja Theory, estúdio situado em Cambridge e criadores do futuro Enslaved, aproveitou para falar sobre o seu anterior trabalho, o exclusivo PlayStation 3, Heavenly Sword.

Em entrevista ao site Develop, Tameem Antoniades, director criativo, disse que Heavenly Sowrd ao ser um título de lançamento para a consola da Sony, não puderam evitar o período tumultuoso que afecta normalmente os produtores que trabalham numa nova consola.

“Passámos três quartos do nosso tempo no desenvolvimento da tecnologia, pois ainda não havia nenhum motor criado. Construímos as nossas próprias ferramentas, construímos tudo e foi muito, mas mesmo muito, difícil de abordar numa plataforma que ainda não existia, já que quando começámos o projecto tudo não passava de um protótipo,” disse Antoniades.

Actualmente a equipa trabalha no título multiplataforma Enslaved, em que para o mesmo optaram pelo Unreal Engine 3, e desta vez mostram-se bastante confiantes.

“Em Enslaved existe uma confiança no desenvolvimento que não tivemos em Heavenly Sword. Agora temos mais experiência, temos as ferramentas e temos gente muito boa a trabalhar connosco. Está a ser muito divertido.”

Fonte: Eurogamer