Em entrevista ao site IGN, o designer chefe e diretor criativo da BioWare, James Ohlen, explicou o funcionamento do sistema de companhia do promissor RPG online massivo Star Wars: The Old Republic. Ohlen afirma que a mecânica é baseada no sistema de afeição de Dragon Age, “permitindo que o jogador mude as atitudes de seu companheiro através de suas ações, palavras ou mesmo através de presentes”.

Ao longo da jornada, o jogador encontra uma série de personagens do rico universo de Star Wars, como robôs, alienígenas, piratas ou princesas, que podem ou não se juntar à sua causa, auxiliando nos combates ou em determinadas situações.

“Os personagens de companhia possuem um impacto significante na experiência do jogador”, disse Ohlen. “Eles são parte da história do jogador. Eles interferem durante as conversas para dar ao jogador seu ponto de vista sobre os fatos. Eles comentam enquanto o jogador explora o mundo. Eles são uma parte importante do combate, oferecendo DPS extra, saúde, habilidades de combate direto ou até mesmo controle de multidões”.

“Os jogadores podem mudar as atitudes de seu companheiro ou até mesmo seu direcionamento moral. Tudo depende de quem é o companheiro e que tipo de personagem o jogador está interpretando”. Ao que parece, a BioWare está injetando complexidade em seu primeiro RPG online massivo na mesma proporção que seus melhores RPGs singleplayer, como Mass Effect.
Fonte: Arenaturbo