Eu confio no Google para um monte de coisas, mas, quando não tenho certeza, sempre me agarro ao bom e velho bom senso. Lauren Rosenberg não. Ela caminhou até uma auto-estrada porque o Google mandou. E foi atingida por um carro.

Rosenberg, que aparentemente leva as coisas para o lado literal, estava acompanhando o trajeto no seu Blackberry e portanto provavelmente não leu o aviso que aparece quando você acessa mapas para rotas a pé no computador:

As rotas a pé ainda estão em Beta. Seja precavido: esta rota pode não ter calçadas ou caminhos para pedestre.

Deer Valley Drive, a estrada que também atende pelo nome de Utah State Route 224, era uma dessas rotas, e ao seguir as instruções para desbravá-la a pé, Rosenberg foi atropelada por um carro e agora está processando a companhia em US$ 100.000. Ela deve achar que é uma quantia razoável, considerando que o Google vale US$ 1 seguido de 100 zeros.

Fonte: Gizmodo