imagem

Pessoal, depois de ler muitas entrevistas, previews, análises, artigos e ver as fotos e vídeos divulgados, vou fazer um resumão pra quem não é bom no inglês ou tem preguiça de ler tudo que saiu ontem. O ponto mais importante que eu achei foi a mudança de postura da Konami. Ano passado, ela disse que ia ouvir os fãs, mas acho que já estava muito tarde. Agora não, o desenvolvimento do jogo foi todo baseado no feedback que passamos com o PES2010. Então, muita coisa foi adicionada a pedido dos fãs: interface melhor, mais liberdade, barra de força para passes e etc. Além disso, como outra prova do comprometimento da Konami, pela primeira vez, jornalistas do mundo inteiro foram convidados a entrarem no HQ da Konami em Tóquio para ver como o jogo é feito.

Na conversa com os jornalistas, Seabass enfatizou muito que eles “largaram” os conceitos dos PES antigos e que agora, tanto amadores quanto profissionais (tipo eu) terão que aprender a jogar novamente. Ele admitiu a dificuldade de entrar na nova geração, mas diz que a equipe agora está completamente adaptada.

A primeira mudança notada foi, obviamente, a melhora nos gráficos. Apesar de tudo que falam do PES2010, os gráficos são um show. E no PES2011, isso foi levado a outro nível. Além disso, o modelo dos jogadores está ainda mais detalhado com diversas expressões faciais. A grama e a torcida estão mais realistas e parece que teremos mais opções de ângulos de câmera.

imagem

Na parte da jogabilidade, as mudanças foram mais drásticas. Primeiro, a barra de força. Quando for realizar um passe, você poderá, teoricamente, colocar a bola em qualquer lugar do campo. Isso muda totalmente o jeito de jogar. Quem é old-school igual eu que usa o direcional digital pra jogar, pode ter que deixá-lo de lado para aproveitar essa nova funcionalidade. Haverá também muitos dribles novos. Seabass disse que até hoje, os dribles nos jogos de futebol, são usados apenas para enfeitar. Ele quer mais realismo e usar esses dribles com objetividade. Assim, você poderá escolher os dribles que mais lhe agrada e mapear no controle e, usando o L1, escolher o drible mais propício para passar do marcador.

imagem

O jeito de marcar também irá mudar. Você pode controlar o jogador e segurar o X e ir em direção ao atacante para dar o bote agressivamente(mais ou menos como é feito hoje) ou segurar o X para seu marcador ficar parado e fazer uma parede, ou segurar X e ir em direção contrária ao atacante para ficar cercando e impedir o avanço. Além disso, o mecanismo da cobrança de laterais irá mudar também.

imagem

A física da bola e entre os jogadores será muito melhorada. Teremos a volta da opção de mudança de velocidade do jogo. Indo de -2 (mais lento) até +2 (mais rápido). Seabass prometeu uma grande novidade em relação à parte de edição.

Na parte tática também houve uma grande mudança com um sistema drag-and-drop. A disposição tática do time se parece com os quadros onde os técnicos fazem a preleção. Além disso, você pode programar mudanças táticas para entrar em vigor de acordo com o andamento da partida. Por exemplo, você pode montar uma retranca que passará a funcionar desde que faça 2×0 ou então, mudar o esquema para três atacantes se tomar um gol. Tudo automatizado. Muito bacana mesmo.

imagem

Sobre a parte online, Master Liga e etc, não foi falado nada. Mas com certeza estão segurando informações para os próximos meses.

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Fonte: Portallbfv